terça-feira, 12 de outubro de 2010

"Saber desistir. Abandonar ou não abandonar - esta é muitas vezes a questão para um jogador. A arte de abandonar não é ensinada a ninguém. E está longe de ser rara a situação angustiosa em que devo decidir se há algum sentido em prosseguir jogando. Serei capaz de abandonar nobremente? ou sou daqueles que prosseguem teimosamente esperando que aconteça alguma coisa? como, digamos, o próprio fim do mundo? ou seja lá o que for, como a minha morte súbita, hipótese que tornaria supérflua a minha desistência?"

Clarice Lispector in Um sopro de vida.

2 comentários:

rolgay disse...

hi ! friend could we exchange link together?,hope it will be good if we can do here is mine:

http://cambodiantoday.blogspot.com/
thank for your kindness

Hugo de Oliveira disse...

Amo demais a Clarice Lispector...ótima escolha.

abraços
de luz e paz