segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Por uma Noite

foto por Bianca Azenha
Recolha suas roupas, meu amor.
Ela saiu pela porta dos fundos,
Salto alto e unhas rubi.
Costas nuas para o frio,
Os óculos continuam na estante.
As páginas em branco,
Sequer uma carta.

Não existem cartas de amor.

Pudor de palavras em extenso.
O sexo e o batom no final,
Ela saiu pelas portas dos fundos,
Olhos pintados, escutando Cazuza.
(Bianca Azenha)

5 comentários:

* Leticia * disse...

hum, acho que nenhum comentário chegaria aos pés desse post!!

até mais!

Poeta Mauro Rocha disse...

Gostei!! Ou melhor amei!!

Beijos!!

Robson Araújo disse...

momentos de subta separação entre amantes gostei escreves bem

traços de um homem disse...

Lindo poema,lindo.
bjs

* Leticia * disse...

Tem uma coisa pra ti lá no meu blog!
vê lá!!

Beijoss