domingo, 8 de fevereiro de 2009


"Summertime, time, time,
Child, the living's easy.
Fish are jumping out
And the cotton, Lord,
Cotton's high, Lord, so high."

(Janis Joplin - Summertime)


Ela corria e girava ao redor do próprio corpo, como se nada estivesse acontecendo. E realmente não acontecia nada. Só ela e o vento nos cabelos. Só ela e o tempo que não tinha vontade própria. O sol fazia com que aqueles olhos brilhantes ficassem espremidos. Nos pés, o cheiro de terra molhada. Descalça, corria para o horizonte, descalça para melhor sentir a textura de se sentir. Ali permanecia o silêncio, a boca muda, só assim conseguia comunicar-se consigo mesma. A boca seca. Descascava o esmalte vermelho das unhas enquanto esperava o sol se pôr.

Bianca Azenha


7 comentários:

¨¨Édna¨¨ disse...

Oi...
Primeiro quero dizer que gosto muito do teu blog, sempre que dá eu passo por aqui.
Dessa vez eu estou passando pra avisar qeu tem um presentinho pra ti lá no meu blog...
bjs...

traços de um homem disse...

Tem selos para vc lá no blog
Beijos

Paulo Roberto! disse...

Olá, passando pra fazer uma visitinha, e pra dizer que tem pra você, um presente, no "Palavas apenas... Palavras apenas"!!

Abraços... Até mais!


Linda!!!

Maria disse...

Sabe, eu faço isso algumas vezes: corro e giro e fico alegre/triste como se nada tivesse acontecendo, como de fato não está!

Estranho. (?!)

Beijo meu

Sonhos Amadores disse...

Estranho. (?????!!!!!!!) Pode ser, rsrs

Beijos, Maria!

Sonhos Amadores disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
http://www.priemforma.com disse...

Olá! Estou passando para convidar a conhecer meu blog e avisar que tem sorteio de maquiagem por lá essa semana!Conto com a tua participação:
http://priemforma.com/?p=547